Arquivos do Blog

PC/RPG Maker – Legend of Rangers – Detonado/Gameplay Parte 9

Então pessoal chegamos ao último episódio de Legend of Rangers, onde vamos escalar uma torre misteriosa enfrentar o ser de borda.

Tudo termina com uma ideia de como será a Segundo Capítulo!

Link para baixar: https://mega.nz/#!7kEllTzY!8MCpvA87NCJwvjay8lcGQjwCe2eNnyN_ot9PM0jQVY8

Primeiro Episódio: https://www.youtube.com/watch?v=WCun7nmEloE

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCr-80LooItrzEe4WlkNzJCw
Blog: https://www.eternalplayers.wordpress.com
Facebook: https://www.facebook.com/BlogEternalPlayers/

Por: Matheus C. Sardinha

Anúncios

PC/RPG Maker – Legend of Rangers – Detonado/Gameplay Parte 7

Nova parte do Gameplay/Detonado de Legends of Rangers, jogo foito por mim no RPG VX Ace, se quiser jogar de uma olhada abaixo.

Aqui começamos o capitulo 1.3, nossa nova saga que nos leva a uma cidade de nevoa e uma floresta cheia de inimigos.

Por favor nos ajude a divulgar o jogo com o link abaixo.

Para Baixar: https://mega.nz/#!7kEllTzY!8MCpvA87NCJwvjay8lcGQjwCe2eNnyN_ot9PM0jQVY8

Visite Nosso Blog: https://www.eternalplayers.wordpress.com
Inscreva-se: https://www.youtube.com/channel/UCr-80LooItrzEe4WlkNzJCw
Facebook: https://www.facebook.com/BlogEternalPlayers/

Por: Matheus C. Sardinha

PC/RPG Maker – Legend of Rangers – Detonado/Gameplay Parte 6

Fala pessoal, mais recente parte de nosso detonado/gameplay de Legends of Ranges, jogo feito por mim no RPG MAker VX Ace.

Finalmente terminamos o El Dorado e o capítulo 1.2 do jogo, agora as coisas ficam emocionantes e a ação não para.

Por favor nos ajude a divulgar o jogo com o link abaixo.

Para Baixar: https://mega.nz/#!7kEllTzY!8MCpvA87NCJwvjay8lcGQjwCe2eNnyN_ot9PM0jQVY8

Visite Nosso Blog: https://www.eternalplayers.wordpress.com
Inscreva-se: https://www.youtube.com/channel/UCr-80LooItrzEe4WlkNzJCw
Facebook: https://www.facebook.com/BlogEternalPlayers/

Por: Matheus C. Sardinha

PC/RPG Maker – Legend of Rangers – Detonado/Gameplay Parte 5

Fala pessoal, mais recente parte de nosso detonado;/gameplay de Legends of Ranges, jogo feito por mim no RPG MAker VX Ace.

Continuamos no El Dorado invadindo o castelo do rei Midas. Caso ainda não tenham visto, recomendo que olhem as partes anteriores, vale a pena.

Por favor nos ajude a divulgar o jogo com o link abaixo.

Para Baixar: https://mega.nz/#!7kEllTzY!8MCpvA87NCJwvjay8lcGQjwCe2eNnyN_ot9PM0jQVY8

Visite Nosso Blog: https://www.eternalplayers.wordpress.com
Inscreva-se: https://www.youtube.com/channel/UCr-80LooItrzEe4WlkNzJCw
Facebook: https://www.facebook.com/BlogEternalPlayers/

Por: Matheus C. Sardinha

PC/RPG Maker – Legend of Rangers – Detonado/Gameplay Parte 4

Fala pessoal, mais recente parte de nosso detonado;/gameplay de Legends of Ranges, jogo feito por mim no RPG MAker VX Ace.

Aqui vamos do início do El Dorado até o final da ponte de ouro. Caso ainda não tenham visto, recomendo que olhem as partes anteriores, vale a pena.

Por favor nos ajude a divulgar o jogo com o link abaixo.

Para Baixar: https://mega.nz/#!7kEllTzY!8MCpvA87NCJwvjay8lcGQjwCe2eNnyN_ot9PM0jQVY8

Visite Nosso Blog: https://www.eternalplayers.wordpress.com
Inscreva-se: https://www.youtube.com/channel/UCr-80LooItrzEe4WlkNzJCw
Facebook: https://www.facebook.com/BlogEternalPlayers/

Por: Matheus C. Sardinha

PC/RPG Maker – Legend of Rangers – Detonado/Gameplay Parte 2

Isso aí pessoal, venho aqui apresentar nosso jogo por meio deste detonado/gameplay, para download favor usar o link abaixo:

Legend of Rangers é um RPG de turno feito no RPG Maker com uma excelente história e ótimo humor, aqui vemos o início do capítulo 1.2

Para Baixar: https://mega.nz/#!7kEllTzY!8MCpvA87NCJwvjay8lcGQjwCe2eNnyN_ot9PM0jQVY8
Visite Nosso Blog: https://www.eternalplayers.wordpress.com
Inscreva-se: https://www.youtube.com/channel/UCr-80LooItrzEe4WlkNzJCw
Facebook: https://www.facebook.com/BlogEternalPlayers/

Por: Matheus C. Sardinha

PC/RPG Maker – Legend of Rangers – Detonado/Gameplay

Isso aí pessoal, venho aqui apresentar nosso jogo por meio deste detonado/gameplay, para download favor usar o link abaixo:

Legend of Rangers é um RPG de turno feito no RPG Maker com uma excelente história e ótimo humor, aqui vemos o inicio do jogo até o meio da segunda dungeon.

Para Baixar: https://mega.nz/#!7kEllTzY!8MCpvA87NCJwvjay8lcGQjwCe2eNnyN_ot9PM0jQVY8
Visite Nosso Blog: https://www.eternalplayers.wordpress.com
Inscreva-se: https://www.youtube.com/channel/UCr-80LooItrzEe4WlkNzJCw
Facebook: https://www.facebook.com/BlogEternalPlayers/

Por: Matheus C. Sardinha

PC – Castle Crashers – Gameplay

Fala pessoal,

Venho aqui trazendo novidades, vamos dar uma movimentada no nosso canal do youtube!!!

Abaixo o primeiro vídeo que fizemos de teste, em breve iremos postar a jogatina completa, mas por hora espero que gostem deste aperitivo cheio de momentos épicos e hilários.

Se você gostou se inscreva no canal se possível e não perca novas atualização, clique aqui se quiser ir direto para o canal.

Espero que tenham gostado.

Por: Matheus C. Sardinha

PS1 / PC – Megaman X4 – Análise / Segredos / Cheats / Detonados

Megaman x4 japanese cover

Desde que foi adicionada ao universo de Megaman, a série X sempre prezou pela inovação; a armadura, o dash, uma história mais desenvolvida e sólida. A série X sempre prezou por manter o estilo do antigo,  misturando com a inovação. Quando deixou o Super Nintendo e foi para a nova geração, com Megaman X4 em 1997 o jogo veio recheado de inovações, aproveitando a qualidade superior de Playstation e Sega Saturn. O jogo começa com uma apresentação em vídeo, lembro que no primeiro contato com o jogo fiquei boquiaberto, louco  para ver logo o que me esperava. Game Start e caramba, agora eu podia escolher entre Zero ou Megaman para jogar! Isto foi a grande sacada, quem na série clássica nunca quis jogar com Protoman ou Bass? Essa foi a grade sacada da Capcom nesse jogo, e ao selecionar um dos dois heróis, outro vídeo em estilo anime é jogado na tela, mostrando um pouco da história do jogo! Que embora não seja o ponto alto do jogo ela é sensacional! Desta vez, um exército que também combate os Marvericks, chamados Repliforce e liderados pelo gigante General e pelo orgulhoso Colonel. Depois de um ataque a cidade de Sky Lagoon que acabou destruindo muitas vidas a Repliforce se une aos Marvericks iniciando um golpe de estado para depor os humanos do controle, cabe então aos Marverick Hunters por fim aos ideais radicais da Repliforce!

O enredo realmente não é a coisa mais importante do jogo, ele cria laços entre os personagens (Megaman e Double, Iris e Zero, Colonel e Zero, General e Sigma), uma coisa que era rara de ser vista na série antes, acrescentando camadas e um passado para eles, através das diversas cenas de anime que rolam durante o jogo. Além disso ela é dividida em dois pontos de vista,  já que agora você joga com Zero, ela não é confusa, não rouba a cena e inova, ponto para a Capcom. Ainda falando de Zero, acrescentá-lo quebrou o padrão pedra-papel-tesoura tradicional da série. Os inimigos de Zero até tem fraquezas, mas alguns não as tem e você tem que rachar a cuca para descobrir um modo de vencê-los com o robô vermelho. Aliás, tudo com o robô vermelho é diferente, ele não tem poderes, usa golpes. O modo de lutar é encurtado,  parece que você está jogando outro jogo! No caso a jogabilidade tradicional fica por conta de X que tem as velhas cápsulas de armaduras para pegar e o sistema de usar o poder de um chefe contra outro. A tradição e a inovação estão juntas, entrelaçadas e isto é outro ponto para a Capcom.  Os Marvericks continuam legais, e agora até tem um dialogo antes da luta, os animais representados foram muito bem escolhidos e o design e seus poderes estão ótimos, mesmo que hajam os clichês (um elétrico, um ígneo, um glacial, um aquático, um aéreo e um bestial) e que o Slashing Beast seja muito parecido com o Slashman de Megaman 7 , existem dois com poderes novos e os chefes são muito legais de serem enfrentados e alguns oferecem um certo desafio. Os gráficos obviamente melhoraram e melhoraram muito não que eles fossem ruins antes, mas a floresta está com mais texturas e mais cores aqui do que em Megaman X, posso estar constatando o óbvio, mas Megaman X3 também foi portado para o Playstation e não ganhou muitas melhorias gráficas. Porém o que melhorou mesmo foram os sons, as músicas das fases estão sensacionais, bem melhores do que os das versões anteriores! Da pra você deixar o videogame ligado na fase só pra ficar curtindo a música. 

O jogo não parece ter defeitos, mas o que Zero trouxe de bom, ele também tem de ruim. Ao invés de todos os chefes darem habilidades de luta para eles, alguns dão habilidades que já deviam ser inseridas na jogabilidade do herói. O pulo duplo (Kuuenbu), o dash no ar (Hienkyaku) e a espada roxa (Tenkuuha) são ridículos, deveriam haver capsulas nas fases para te fornecer essas coisas. Mas eles preferiram fazer que essas habilidades normais fossem dadas pelos chefes, o que deixa parecendo que correram nessa parte de habilidades que podia ser melhor exploradas. E falando em explorar, a exploração deixa a desejar nesse jogo, ela não é tão complicada como nos jogos de Super Nintendo onde você tem que queimar a mufa para não só encontrar, como também chegar até alguns pontos e pegar os segredos. E se com X o jogo já não tem muitos segredos, com Zero então,  ele tem menos ainda já que você não precisa pegar capsulas com o robô vermelho. Algumas fases tem um segredo apenas (só o Heart Tank) o que é boçal… E as fases embora tenham duas áreas, e sejam maiores que as de Super Nintendo, são curtas e não oferecem muitos desafios no decorrer delas, por exemplo, em Megaman X2 embora as fases fossem curtas, elas eram intensas o que compensava essa perda de espaço em ação, dava a impressão de que a fase era longa. E pra mim um outro defeito, ao meu ver é continuarem com Sigma, um inimigo tão bom quanto a Repliforce deveria ser melhor aproveitado nesse segmento do jogo, tantos personagens bons. Mas não, a Repliforce aparece nesse jogo e acaba nesse jogo, mantendo o velho e chato Sigma que já deve ter cansado de ser morto! Tudo bem que ele é um bom personagem, mas essa repetição do vilão não faz bem a série X como faz a série clássica, acaba ficando tão cansativo quanto a equipe Rocket era no anime de Pokémon, ou os robôs de borracha eram em Medabots…  Outro fator que não se pode deixar de lado é a péssima dublagem americana, sem emoção e com muitas vozes que não tem nada a ver com o personagem, além é claro da voz de menininha usada em  X.

Concluído, mesmo mantendo as tradições de ser um jogo em plataforma, o jogo abriu caminho com estilo para Megaman X nessa nova geração. Os defeitos apresentados seriam consertados nos próximos jogos, Megaman X4 é considerado por muitos o melhor Megaman da série X por tudo de bom e novo que trouxe! Não discordo, nem concordo, e você já jogou para descobrir a mágica de Megaman X4?

Nota: 9,4 / 10

Seleção

Leia o resto deste post

PS1 / N64 / PC – Megaman Legends (64) – Análise / Detonado

megaman_legendAnálise:

Megaman Legends (Rockman Dash no Japão) foi uma revolução para os fãs de Megaman, ao invés de lançar um “Megaman X48” a Capcom percebeu que os jogos de 2D da série já estavam além da repetição, então eles mudaram tudo e criaram a série “Legend” em 3D. Onde a história, a jogabilidade o áudio e acima de tudo o estilo mudaram drasticamente (se foi pra melhor ou pior você que se decida). Uma observação é que não critiquei os jogos em 2D, critiquei esse ser por um bom um bom tempo o único estilo, mesmo tendo o Battle Network que pessoalmente não gosto muito e o Megaman Soccer que foi feito para ter diversão é não desafios. 

Foram lançadas três versões do jogo a original pra PS1 (1997), outra de N64 (Megaman64 / 2000) e uma para PC (2001). De um jogo para o outro não muda quase nada, a de 64 é mas leve, com pior qualidade, a de PS1 é mais pesada com melhor qualidade, a de PC eu realmente não vi, mas deve ter qualidade superior as outras. As diferenças entre os jogos em si são insignificantes, coisas do tipo mudar a música do fundo.

O áudio é bom, tem qualidade, mas poderia ser um pouco mais animado as vezes, o gráfico te deixa de queixo caído levando em conta os antigos jogos de  Megaman, a jogabilidade é animadora, pois você tem liberdade para explorar o mapa do jogo, mas também pode ser considerada diferente, pois você usa “L1” e “R1” para virar a câmera, não veja isso como um ponto fraco, mas sim como uma deficiência, pois na época do lançamento o Playstation não tinha Dual Shock(aquele analog), então a culpa não e do jogo e sim do console, mesmo assim  não é ruim usar o “R” ou “L” para virar (pra ver até nisso o jogo estava a frente do seu tempo kkk).

Farei agora um “Super resumo” da história, pois ela já tem um lugar de destaque no detonado, O mundo está num futuro incalculável, onde a maior parte do planeta é água, os habitantes vivem em pequenas ilhas construídas em cima de antigas civilizações antigas(mas com tecnologia superior), nesse mundo se tira energia de cristais refratores escondidos nessas civilizações antigas, o grupo de que retira esses cristais do subsolo se chamam  “Diggers”. Adivinha só, nosso herói azul é um deles junto com Roll (que te da suporte técnico) e um velho doutor.

Por mais boba que seja essa critica não posso deixar de falar isso, o jogo está em inglês e não tem legenda, então se você não tiver conhecimento de inglês vai ficar perdido na história, mas pode deixar, se esse for o caso basta acompanhar o meu detonado porque vou dar um enfoque especial para história.

Ponto Forte: Quase tudo, mas para citar apenas uma coisa eu digo a mudança no estilo da série Megaman.

Ponto Fraco: O jogo é muito curto.

Nota: 9,1 / 10,0

*A nota se refere ao PS1 que foi o original

Leia o resto deste post