Sega Mega Drive

Era outubro de 1988 e no Japão lançavam o Sega Mega Drive, o console visava encarar a Nintendo e seu NES. O Mega Drive é óbvio muito superior ao NES chegou a reavivar as esperanças da Sega, até que seu real competidor apareceu o SNES. Uma batalha feroz foi travada no mercado entre as duas empresas e seus principais consoles. O pobre Mega Drive foi derrotado, no Japão e nos EUA o video-game foi pouco valorizado, aliás, nos EUA o nome do console era Sega Genesis uma palhaçada de direitos autorais com nomes e o nome do console era uma jogada de marketing “Mega” de superior e “Drive” de velocidade. Lançado aqui no Brasil em 1990 (um ano após o lançamento do seu antecessor) o video-game fez um sucesso graças a Tec Toy e até hoje enriquece a empresa, porém competindo com os xingling’s (literalmente) do NES, engraçado parece que o console que foi criado com o propósito de ofuscar o NES continua firme e forte em sua função aqui no Brasil. O Mega Drive foi um grande marco com seus grandes jogos e proporcionou até uma “guerra” entre consoles onde os maiores beneficiados foram nós os gamers, porém a Sega não contava com a ajuda de muitas softhouses e o máximo que eles podiam fazer eram tirar a censura de jogos que tinham cortes, criando assim esse sistema de idades para se jogar certo jogo. A Sega foi derrotada e afundou o Mega Drive em uma amargura, mas o console até hoje anda vivo na memória de muita gente que teve o privilégio de poder jogar um desses!

Console

consoleSinceramente o console não me agradava em questão de design, mesmo para os anos 90 acho ele um pouco bobo talvez por estar acostumado com o SNES. Foram lançadas várias versões do console, mas muitas mesmo a nossa imagem inferior é do Sega Genesis II (creio que no Brasil saiu com o nome de Mega Drive III) e da superior do Sega Genesis I. A placa interna do console era muito menor do que a do SNES e era um pouco mais eficiente em seus dados. O console tinha uma CPU da Motorolla de 16Bits com um add-on para dobrar essa memória. Tinha também uma placa de som sofisticada da Yamaha, que aumentava o potencial sonoro de muitos games e valorizava claro o trabalho de grandes mestres como Yuzo Koshiro. Os gráficos também eram magníficos  poucos jogos tinham uma qualidade gráfica deficiente, e esses jogos eram jogos antigos, os gráficos também tinham uma assinatura da Yamaha e talvez pela competência o Mega Drive não seja tão pobre em gráficos. Outra coisa que a Sega desenvolveu primariamente foi a compatibilidade com seu antecessor o Master System, através claro de um acessório, já que o formato das fitas era muito diferente, além dos built-in, jogos já instaurados na memória interna do console, sem a necessidade de fitas. O console tinha as especificações perfeitas, dois encaixes para as manetes, o encaixe da fita sua parte técnica é excelente para a época, o problema é que não houveram muitos jogos capazes de acompanhar essa “perfeição”…

Joystick

O Joystick era bem diferente do de SNES e eu acho mais prático, afinal de contas, quanto menos botões no joystick mais simples é o controle do jogo, porém a mecânica dele também é diminuta. Inicialmente o controle do Mega Drive tinha três botões de comando (A, B e C), o direcional e um botão de começo, assim como os controles de arcade. O encaixe do joystick também servia para encaixar algumas parafernalhas da sega (como a imitação do Super Scope da nintendo). Depois de um tempo foi lançado um controle com seis botões, adcionando (X, Y e Z), sinceramente nunca joguei um jogo que utilizasse esses botões e eles só aumentaram a semelhança com o controle de arcade.

Jogos

O jogos eram compactados em cartuchos de 4MB (assim como o SNES) em formato ROM. Como já mencionei os jogos de Mega Drive não tinham uma mecânica estruturada e sólida como os de SNES, mas nem por isso deixam de ser bons, claro é apenas um ponto negativo para o console que se firmou mais em jogos de plataforma, luta, beat’em up e esportes. Os RPGs algo muito cultuado lá no Japão não foram o forte do console e talvez isso seja um dos motivos pelo qual o console não foi bem aceito por lá. Foram lançados 915 jogos sem contar os lançamentos exclusivos do Japão. Os jogos foram lançados de 1988 até 2002, sendo o primeiro Space Harrier II lançado junto com o video game (mas não era o jogo Pack-in, pack-in é o jogo que vem com o console na compra) e o ultimo jogo licenciado pela sega foi Show do Milhão lançado aqui no Brasil, pois a Tec Toy ainda lança Mega Drives com jogos que são originalmente para celular😐 . O Brasil foi completamente beneficiado e parece que foi o único console que sorriu para o Brasil tendo lançamentos exclusivos, claro de jogos modificados KKKK. O jogo mais vendido foi Sonic the Hedgehog vendendo 16 milhões de cópias, o Mega Drive com esse sistema de “censura” conseguiu também nos passar uma excelente versão dos jogos de luta, Virtua Fighter, Mortal Kombat 3 foram grandes nomes do console. Dentre os destaques do console podemos destacar: Sonic The Hedgehog e suas continuações, Mortal Kombat e suas continuações, Phantasy Star, Alladin, jogos de esporte (Super Monaco GP, FIFA ’97, etc), entre outros. A Sega não conseguiu apoio das softhouses e foi meio que um antecessor do N64, já que a Sega dependeu em grande parte de suas pernas para a produção e distribuição dos jogos

Acessórios

O Mega Drive tinha uma gama de acessórios, entre add-ons e periféricos vamos destacar os mais importantes.

1) Mega CD – Um Add-on que alterava a mídia de cartucho para CD, teve jogos como Sonic CD e Night Trap. Infelizmente esse Add-on não obteve sucesso nas vendas e se tornara inútil com a chegada do Saturn

2) 32X – Expandia a memória de 16 Bits para 32 Bits. Inicialmente vendeu bem, mas foi um total fracasso nas vendas. Jogos como Doom e Star Wars Arcade usavam esse add-on

3) Sega Power Base Converter – Esse add-on permitia fazer a compatibilidade com o Sega Master System. Inventivo, mas para mim inútil. Também permitia acesso aos acessórios do Master System.

4) Menacer Light Gun – Resposta direta da Sega ao Super Scope da Nintendo (para mim uma cópia). Incluia uma fita com seis jogos para você “brincar”

5) Sega Activator – Um avô do atual Kinect, era usado para dar mais realidade aos jogos de luta. Fracasso total, já que você dar um soco, não ia fazer você dar um soco no Street Fighter, basicamente essa era a idéia dele, só que era meio que uma manete por movimento como aquele tapete de dança do PS1. A inciativa foi bacana, mas na prática era horrível de se controlar, ainda mais em jogos de luta que precisam de uma velocidade nas mãos e convenhamos o corpo não é tão rápido assim, o acessório caiu no esquecimento e foi até considerado um dos três piores da história dos games.

Espero que tenham gostado, até a próxima

Publicado em 11 de dezembro de 2011, em 4-Mega Drive, Consoles e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. super nintendo solido kkkkk, a imagem do mega e retangular e fica melhor em tv moderna, o super imagem qualidade e fica achatada na tela, o mega é estiloso e tem jogos estilosos, e musicas bem elaboradas, esse negocio de som ruim é coisa de mau informado, desculpa de cara que não sabe reconhecer uma jogabilidade rpida e precisa e muitas outras qualidades, quem duvida pesquisa chikchik boys e ve como a sega é competente com as conversões, diferente da capcom e konami, duas porcas subornadas pela nintendo para fazer jogos inferiores, essa nintendo é suja e logo vai afundar, pena que a sega não soube administrar seus produtos, quem joga nos consoles da sega sabe a diferença

    Curtir

  2. É triste como as pessoas agem com o coração na hora de contar uma história, o texto possui várias controversas e inverdades, no Japão o Mega Drive de fato não fez muito sucesso, quando foi lançado em 1988 já existia o PC Engine da NEC que fazia gráficos parecidos, o Mega Drive nunca vendeu mais que o Famicom(NES) nem que o PC Engine e quando a Nintendo lançou o Super Famicom em 1990 – esse continuou o reinado do seu antecessor vendendo 17 milhões, o PC Engine ficou com 3,9 milhões e o Mega Drive com 3,5 milhões.
    Quem te falou que nos EUA o console foi ignorado?
    Nos EUA o Sega Genesis(Mega Drive) foi bem aceito e vendeu uns 20 milhões, o Super Nintendo vendeu 23 milhões se não me engano, na Europa o Mega Drive vendeu mais que o Super Nintendo por uma diferença pequena, no Brasil o Mega Drive vendeu muito bem também.
    Existem vários jogos lançados para Mega Drive e Super Nintendo em que a versão do Mega é melhor, como FIFA, Michey Mania, Captain America & Avengers, Mortal Kombat, Street Fighter Champion, essa internet, as pessoas escrevem o que querem.

    Curtir

    • Onde EU disse que o Mega Drive vendeu mais que o NES? Disse que era SUPERIOR. No Brasil vendeu mesmo portanto não é uma inverdade… Não disse que os jogos eram piores também, disse que a mecânica é SIMPLES o que de fato é enquanto Sonic só corre, pula e roda. Mario corria, agarrava, pulava, pulava rodando, jogava, só para se ter um grau de comparação, a comparação não foram com os jogos que foram lançados nos dois consoles, isso já é de antes, o Master System lançava os mesmos jogos com mais qualidade que o NES e mesmo assim também não venceu nas vendas… ONDE EU ESCREVI QUE O CONSOLE FOI IGNORADO NOS EUA, O CONSOLE FEZ A CONSOLE WARS COMO PODE SER IGNORADO? Eu disse que foi pouco valorizado, o que pode ser sim uma inverdade já que onde ele mais vendeu foi nos EUA, porém não tem como saber houve um tempo que ele competiu diretamente com o NES quem garante que ele não fixou grande parte dessas vendas durante esse período? Você é que não garante né?

      E quanto a essa sua crítica nojentinha sobre “as pessoas escrevem o que querem” eu fui imparcial, destaquei a realidade que a sega viveu, sem ter muitas softhouses a SEGA investiu tudo nesse console para conseguir andar o console deixou seu legado, mas não foi o Q de perfeição…

      Curtir

    • eu gosto mais do mega porque phantasy star 4 a jogabilidade e uma gostosura e a historia e uma maravilha e com muitas opiçoes de batalha e o melhor jogo pue jogei na minha vida !!!!!!!!

      Curtir

    • concodo pois é muito triste ‘triste’ iguinorancia

      Curtir

Antes de Comentar, Veja se sua dúvida já não foi respondida!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: